Jornalista, Empreendedora, Consultora de Moda, Workaholic. Aquela dos 30 e poucos. Libriana, Shopaholic, camaleoa, "marketeira". Apaixonada por moda, cultura e qualidade de vida!

17 outubro 2016

MUSEU IMPERIAL REALIZA 5ª EDIÇÃO DO PROJETO “FALE-ME DE PETRÓPOLIS”

Museu Imperial - Foto: Reprodução

No próximo dia 20 de outubro às 14h30, acontecerá a 5ª edição do “Fale-me de Petrópolis”. Na ocasião o jornalista Silvio de Carvalho e o professor Joaquim Eloy dos Santos proporão um gostoso bate papo sobre a História da Imprensa em nossa cidade.
O projeto, idealizado pela historiadora Cláudia Costa, tem como objetivo contar um pouco sobre a história de Petrópolis através de uma prosa divertida e aconchegante na Biblioteca do Museu Imperial. Além disso, Cláudia quer que o programa faça parte não só do calendário do Museu, mas da nossa cidade, possibilitando a interação entre as pessoas e o resgate  de nossa memória histórica.
O título do evento foi escolhido a partir de uma fala do Imperador d. Pedro II que no exílio, como Pedro de Alcântara, ao escrever para os amigos, pedia para que estes dessem notícias sobre a cidade que ele tanto amava.

SOBRE O PALESTRANTE:
Joaquim Eloy - Foto: Reprodução
Joaquim Eloy Duarte dos Santos é professor aposentado, tendo lecionado na Universidade Católica de Petrópolis - UCP e em alguns educandários de Ensino Médio. Bacharel em Direito, jornalista e dramaturgo, Eloy é autor de mais de 30 peças de teatro infantil e adulto, diretor do Teatro Experimental Petropolitano e Conselheiro da Escola de Música Santa Cecília. Atualmente, é Membro Titular do Instituto Histórico de Petrópolis, autor de várias pesquisas na área, principalmente no que diz respeito à História de Petrópolis, e também Acadêmico Titular da Academia Petropolitana de Letras, que presidiu por muitos anos. Poeta, com três livros editados, Joaquim Eloy é cronista e ficcionista. O professor é detentor do "Prêmio Governo do Estado do Rio de Janeiro", com a obra "Nilo Peçanha, Vulto Inconfundível"(1957). Recentemente lançou três obras: "Romanceiro de Isabel" (poema de homenagem à Princesa Isabel); "Pedro Rubens Independentemente de Tempo e Lugar" (biografia de seu querido e saudoso amigo Prof. Pedro Rubens) e "No Reino das Maravilhas" (10 peças teatrais para crianças, que levou aos palcos e dirigiu).
Silvio de Carvalho é um jornalista petropolitano bem conceituados e o mais antigo em atividade. Atuou como repórter, no início da carreira, realizando memoráveis reportagens, entrevistando personalidades nacionais e internacionais, que marcaram época. Atuou na PRD.3 Petrópolis Rádio Difusora, na Rádio Imperial e na Rádio UCP. Trabalhou na Universidade Católica de Petrópolis, na divulgação e marketing por muitos anos. Foi Secretário de Serviços Públicos no governo do prefeito Paulo Gratacós. Silvio foi o idealizador do Relógio de Flores,uma das principais atrações turísticas do Município. Montou a primeira usina de compostagem e beneficiamento de lixo, bela obra que não teve continuidade em governos posteriores. Na Tribuna de Petrópolis, dirigiu o setor comercial e de eventos e produziu edições históricas sobre Petrópolis, Santos-Dumont, Getúlio Vargas e outras personalidades e temas, trabalhos de pesquisa histórica de grande repercussão e hoje disputadas por colecionadores e estudiosos da nossa história.

SERVIÇOS
Museu Imperial/Ibram/MinC
Endereço: Rua da Imperatriz, 220 – Centro – Petrópolis, RJ
Telefones: (24) 2233-0300
Twitter: @museuimperial

Visitação: de terça a domingo, das 11h às 18h
Jardins: de terça a domingo, das 8h às 18h 

Preços:
Adultos: R$ 10,00
Estudantes, professores e maiores de 60 anos: R$ 5,00
Menores de 7 anos e maiores de 80: gratuito

Moradores de Petrópolis e petropolitanos, às quartas-feiras e no último domingo do mês: gratuito 

Nenhum comentário:

Postar um comentário